esquisitinhos

a sobremesas “prestígio”

. 1 min read . Written by Fabiano Seixas Fernandes
a sobremesas “prestígio”

certo casal comilão
  derivara o primeiro litígio
de ter o esposo aversão
  a sobremesas “prestígio”

Exaustos os garfos, exauridas as colheres, exangues as facas da casa. Sentiam os donos prazer em comer, em comer bem, em experimentar na cozinha e alhures. Com fome se conheceram, à porta de um restaurante, com fome passaram as bodas, aguardando o banquete; com fome e receitas extraídas a várias fontes iam à feira, à quitanda, ao supermercado, a lojas de apetrechos culinários e eróticos. Muito se amavam. Mas toda união aparentemente perfeita encontra um percalço. O esposo era geralmente o responsável pelas refeições—mais corriqueiras (quiçá congeladas) em dias de semana, provocativas aos sábados, extrovertidas aos domingos, extravagantes em feriados e despudoradas em dias santos—, enquanto compunha a esposa as sobremesas. Esta embarcara, porém, em uma jornada temática: coco e cacau combinar em mousses, roscas, tortas, bolos, bolinhos, biscoitos, sorvetes, manjares, rocamboles, suflês, pavês e um pudim. Combinatoriamente analisava o dueto que lhe fora sugerido por uma barra de chocolate que consumira distraída, enquanto esperava o esposo para irem ao cinema. Não se opusera o consorte a princípio—não encontrara até o momento sabor que o não satisfizesse—, mas a investida exploratória durava já alguns meses; repetiam-se alguns experimentos, em busca de impossível perfeição; temperavam-nos agora olhares esquivos, suspiros (não o doce), e enfim a dissenção verbal. Um dia, sinceramente enjoado perante os já aparentados aromas, teve de se levantar e sair de casa. Magoou-se a esposa, salgou o dúbio doce com unânimes lágrimas. O esposo, andando pela rua sem coragem de retornar à casa, passou por uma confeitaria e se deteve ante uma simples fatia de bolo: sem cobertura, sem recheio, sem sabor específico. Mas parecia fresca, a massa macia. Ocorreu-lhe que há anos nada provava novo, por simples que fosse, sem a esposa. Sentia fome; mais que isso, sentia que a estava prestes a trair.