pequeninos

argumento duplamente descar(t)ado para homilia ab ovo

. 1 min read . Written by Fabiano Seixas Fernandes
argumento duplamente descar(t)ado para homilia ab ovo

Em Deus não credes, dizeis. Pois quem o humano gerou?, pergunto-vos. O humano, respondeis. Hominídeo gera hominídeo. Pois aceitemos. Aceitemos que evoluíram os primatas, discreta-mente deslizando de símios a hominídeos, daí ao comum ancestral de humanos e chimpanzés, diferenciando-se humanos em espécies, até que não mais que à nossa chegasse a Revelação. Derivam humanos então do primeiro humano?, pergunto. Seguramente, respondeis. Pois eis aí: na negação da fé, eis o mistério da fé. Não existe o primeiro humano. A irrefutável realidade de si, igual para crentes e descrentes, deriva do hipotético ser que, primeiramente, destacou-se de uma contínua linha evolutiva e, de si, disse: ecce homo. O primeiro humano, como o fundamental Deus: impossíveis necessidades lógicas que, qual verdadeiras e válidas provas, o real fazem de si derivar; imateriais irrealidades que toda a matéria fazem de si descender.