perene e decídua
atalaia e vasta a vala
conjunta e incomum


dentro em vós trazeis
novilúnias, coroadas
câmaras de gás


na ausência de Estado
alenta-nos, alimenta-nos
o estado de choque


pandemônio impune
impolítica sistêmica
pandemia endêmica


para nosso melhor presidente

neto, irmão, esposa:
meus insepultos abraços
velando seguis


em circo assombroso
com paródias de virtudes
convence o palhaço


cabe ao genocida
governança, não matança
gestor do extermínio


hospitais sem ar
fissura da ditadura
inda por tapar


haicai parafrástico

sob a noite só
vão-se as lágrimas sombrias
sem quem as derrame

Lançamento: haicais dum país pandêmico
Na esteira da auto-publicação digital, estou lançando meu primeiro volume de poemas. Trata-se de uma coleção de haicais, intitulada haicais dum país pandêmico. O haicai é uma forma breve, geralmente bucólica, mas sua aclimatação brasileira acabou por expandi-lo formal e tematicamente. Estes haicais …
cinco haicais pandêmicos comentados
Apresento abaixo alguns comentários a uma seleta de poemas publicados no volume haicais dum país pandêmico. O caráter eminentemente político destes textos faz com que sua interpretação contemporânea seja inconteste (ao menos para certos grupos); passado algum tempo, esquecidos os fatos que os motiva…
três haicais pandêmicos comentados
Já comentei anteriormente cinco poemas lançados no volume haicais um país pandêmico; seguem abaixo notas a mais três poemas. para nosso melhor presidente neto, irmão, esposa: meus insepultos abraços velando seguisÉ o único poema da coleção dedicado a alguém. A 10 de março de 2021, o ex-presidente Lu…
haicais dum país pandêmico ⋆ Loja Uiclap
Autor(a): Fabiano Sei
haicais dum país pandêmico - 9786500208566 - Livros na Amazon Brasil
haicais dum país pandêmico - 9786500208566 - Livros na Amazon Brasil