Como encomendas de tradução são orçadas?

Como encomendas de tradução são orçadas?

. 5 minuto ler

É bastante comum que clientes de tradução—especialmente clientes que estão encomendando uma tradução pela primeira vez—desejem obter informações precisas sobre o valor a ser pago. Em alguns casos, estes clientes ainda não têm o texto finalizado, mas já contemplam a possibilidade de publicá-lo internacionalmente.

Pode ser bastante frustrante e desestimulante entrar em contato com um profissional e não receber a resposta que desejamos. Mesmo assim, é importante perceber a diferença entre um profissional que não consegue oferecer o que desejamos, e um profissional que nos dá uma resposta diferente da que esperávamos porque nossas expectativas eram, de certa forma, equivocadas.

Quando você entra em contato com um determinado tipo de profissional pela primeira vez, é importante ter em mente que talvez você não saiba como este serviço funciona. Isso quer dizer que sua noção inicial sobre como é orçado também pode estar equivocada.

Clientes freqüentemente me escrevem oferecendo o que julgam ser nossas “medidas” orçamentárias: números de palavras ou páginas. Também já me solicitaram orçamentos para tradução de textos que ainda não haviam sido escritos. Gostaria, portanto, de explicar um pouco melhor como funciona o processo de orçamento de uma encomenda tradutória.

Em primeiro lugar, não existem medidas universalmente aceitas. Existem parâmetros, tais como a tabela de preços do Sindicato Nacional dos Tradutores, mas esta talvez seja mais consultada que verdadeiramente adotada. Assim, é de se esperar uma flutuação de preços—flutuação esta para a qual contribuem a segunda e (especialmente) a terceira características orçamentárias da tradução, que explico a seguir.

Em segundo lugar, se é verdade que tradutores podem cobrar por palavra, parece-me bem mais raro que cobrem por página. A medida adotada para trabalhos como revisão e tradução não é a página, mas a lauda. A lauda pode ser descrita como uma seqüência de toques, ou seja, de caracteres sobre uma página e dos espaços entre eles. Por exemplo: em

João desceu as escadas

contamos 04 palavras, 19 caracteres, 03 espaços e 22 toques. (Neste breve exemplo, a contagem das palavras é inequívoca, mas, em outra ocasião, já discuti que o conceito de palavra é mais escorregadio do que usualmente imaginamos.) Não existe uma única medida de lauda: podem contar entre 1250 e 2100 toques. Como se vê, tentar adivinhar qual unidade de medida seu tradutor emprega talvez prepare o caminho do cliente para uma decepção.

Pessoalmente, julgo a lauda uma medida superior à palavra, pois, como já disse em outra ocasião, não traduzimos palavras, e sim textos. Um simples poema de poucas palavras pode ser mais complexo e mais difícil de ser traduzido que um parágrafo, digamos, de um texto jornalístico versando sobre um assunto corriqueiro; mesmo dentro de um único texto, alguns parágrafos são muito mais desafiadores que outros. Não é a quantidade de palavras o determinante final da complexidade de um texto; o número de laudas também não, verdade, mas ao menos esta medida já pressupõe a existência de um complexo textual.

Uma segunda vantagem da lauda—desta vez, impactando diretamente o orçamento—é o fato de que, uma vez selecionada uma medida de lauda pelo tradutor, a lauda é invariável. Diferentemente do número de páginas, o número de laudas não é afetado pela formatação. A quantidade de páginas de um artigo variará conforme seja formatado em Times New Roman 10 ou Arial 12, se tiver espaçamento simples ou duplo, mas seu número de laudas, baseado nos toques, permanecerá o mesmo.

Finalmente, aquela que me parece a mais importante característica do orçamento de encomendas de tradução: a tradução é um serviço realizado sob medida. Isso quer dizer que, mesmo que houvesse uma tabela de preços ou uma unidade de medida pré-estabelecidas, não existe um preço fixo anterior a uma proposta de encomenda.

Quando você deseja mandar pintar sua casa, mesmo que especifique para o pintor quantos cômodos há e qual a metragem de cada um, muito provavelmente, o pintor ainda insistirá em ir até sua casa para poder orçar o serviço. O pintor precisa avaliar o grau de dificuldade do trabalho e os materiais necessários, e isto não pode ser feito com base numa descrição superficial ao telefone—especialmente, uma que se baseia em dados que podem não ser úteis para o pintor. Se você não é um pintor profissional, pode não conseguir prever de quais dados o pintor precisa para poder orçar o trabalho.

Photo by Daniel Chekalov / Unsplash

A tradução funciona do mesmo modo: o gênero a que pertence seu texto, a área do conhecimento ao qual está vinculado, a existência de dados sensíveis dispostos em gráficos e tabelas, a existência de imagens, a densidade terminológica, a formatação e os prazos podem afetar o orçamento. Seu texto não é um amontoado de palavras ou páginas; é um complexo que precisa ser avaliado para que o tradutor possa determinar como melhorar orçá-lo e traduzi-lo.

Sempre que possível, envie seu texto finalizado em seu primeiro contato com o tradutor. Se desejar, peça sigilo sobre o que foi enviado. Converse com seu tradutor, responda o que lhe perguntar, e solicite os esclarecimentos que desejar. O diálogo garantirá uma experiência mais satisfatória enriquecedora, e possivelmente uma maior qualidade no trabalho final.

Faz sentido cobrar por palavra? Talvez, mas o que é, afinal de contas, uma palavra?
Tradutores podem orçar seus serviços de diversas formas. Neste artigo, examinamos de forma indireta a cobrança por palavra ao perguntar: mas o que é, afinal, uma palavra?
É possível traduzir palavra por palavra?
A tradução palavra-por-palavra é um ideal tradutório. Mas é possível mesmo fazer isso? Em que casos?
Redigindo (e traduzindo) resultados de pesquisa
Como tradutor de artigos acadêmicos, percebo que uma das seções mais difíceis dese redigir é precisamente a apresentação dos resultados—especialmente quando sua discussão é reservada a uma seção posterior. Em pesquisas de natureza quantitativa, existe uma grande soma de dados sensíveis: dados qu…
Enviei o arquivo certo para traduzir? A importância de selecionar o formato de envio
O formato de arquivo enviado para o tradutor impacta a qualidade da tradução? Talvez mais do que você imagina…