portfólio

Duas canções de Comus

. 1 min read . Written by Fabiano Seixas Fernandes
Duas canções de Comus

Tradução comentada de duas árias compostas por John Milton para sua mascarada popularmente conhecida como Comus. As traduções e o comentário foram publicados na revista Aletria (25.2, 2015, número especial: tradução comentada). A mascarada ainda não conta com tradução para o português; trata-se, portanto, dos primeiros trechos a receberem versão em nossa língua.

O resumo e o abstract seguem abaixo; as traduções e o comentário podem ser consultados aqui, aqui e aqui.

Resumo: O comentário a seguir descreve os objetivos e o processo de tradução de duas canções da Ludlow Masque (também chamada Comus) do poeta inglês John Milton. O objetivo central das traduções consistiu em gerar traduções homólogas que dessem conta dos relevantes aspectos formais e proposicionais de cada canção. Quanto aos aspectos formais, visou ainda gerar traduções que pudessem ser cantadas pelas melodias compostas por Henry Lawes para os textos originais.

Palavras-chave: Ludlow Masque (Comus); John Milton; Henry Lawes; tradução poética; tradução documental homóloga.

Abstract: This commentary describes the translational goals and the process resulting in the verse translation of two songs from John Milton’s Ludlow Masque (alias Comus). The central goal of the translations was to generate homologous translations, which would encompass all relevant formal and propositional aspects of the source-texts. They were also intended to generate target-text poems which could be set to the same melodies Henry Lawes composed for Milton’s original poems.

Keywords: Ludlow Masque (Comus); John Milton; Henry Lawes; poetic translation; homologous documental translation.